sábado, 26 de julho de 2008

... O tempo que me guarde

Uma noite dessas um profeta tresloucado falou-me que eu iria morrer se não saísse daqui... Mas, como posso eu sair sem rumo para encontrar não sei o que em não sei aonde? Como posso deixar minha vida para sobreviver?
Não sei se por medo dos sonhos, ou medo de perder o que não tenho, estou agindo para guardar o que não posso. Antes de morta, que eu tente guardar o tempo, ou vice e versa.

Tenho um prazo de 3 meses, se a profecia não se cumpre... o guardador deve estar aberto.

7 comentários:

Morganna disse...

minha flor, tu escreve tão tão bonito. eu acho.
perderemos parafusos juntas, então. =)

The Thinker disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
The Thinker disse...

Boas falas ! Ultimamente ando assim so posto msm qd tenho tempo.
O tempo tras boas e más coisas, mas tb leva.

Bjao!!!

E Boa sorte nessa nova casa para vcs !

Bjaooo meninas !


www.think.blig.com.br

langriss disse...

mortos, na minha humilde opinião, são aqueles que deixam de experimentar coisas novas, que deixam de arriscar, que deixam que o medo os paralize totalmente - em suma, aqueles que em vida deixam de viver e passam apenas a sobreviver.

Miss WC disse...

Então me considere no túmulo^^. Acabo de acelerar minha sepultura, quem tiver fé e piedade, reze por minha alma alada e perdida nas palavras.

Miss WC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Melco disse...

Saludos Niñas
Es Magnífico,leer algunas líneas de Jessika,escribe muy bien.Son las profundidades de ella,y me parecen muy interesantes.Si me dirijo a Morganna,estupendos Diseños,muy buenos.Será que encuentro algo de mí,en estas niñas,será,será.

life. love. regret. [unbroken]