domingo, 10 de maio de 2009

Procura-se por Natureza

Amar é o motivo
a generosidade é o gesto
a simplicidade é o segredo
o desprendimento é o desafio
brincar é o brilho
namorar é o delírio
a cumplicidade é o clima
errar é a rima
a compreensão é a canção
a ternura é a trama
a paixão é a chama
o encantamento somos todos
juntos e livres
desaprendendo reinventando
e compartilhando
coisas de amor

menina encantada
tu parece que desabrochou
de um poético conto de fada

Natureza.

E isso é tudo o que me restou dele, os cabelos brancos, a rima e a menina das águas. Meu eterno amigo guardado nos seus longos cabelos grisalhos...
Se o Natureza não aparecer, a menina das águas vai ficar presa na terceira gaveta, onde sempre ficaram guardados os meus retalhos.

O encanto

Uma pétala abriu o Sol
Uma nuvem caiu no mar
E o céu se foi.
Um pescador perdeu o anzol
A borboleta esqueceu de voar
e se encantou.

O mundo perdeu seu nome
A estrela, seu brilho
E toda calma do universo
Foi parar num trovador.

Sumiram todas as gaivotas
Atônitas, como os idiotas
que insistiam em cantar.
Com linhas mortas,
Não havia poeta
Para rimar o luar.

Mesmo assim ainda havia encanto.

Juntos descobrimos
que todos os sonhos
se jogam do mar.
Juntos provamos
para os quatro cantos
que rodamos o mundo
sem sair do lugar.

Menina das águas.

p.s.: se alguém achar o Natureza por aí, nas ruas da cidade solar, por favor poste aqui! Se você não o achou, mas ficou comovido com a história, sinta-se a vontade para postar também.^^

5 comentários:

Morganna disse...

ele vai aparecer. tenho certeza. =)

Ana Gotz disse...

Estou encantada com tanta melodia!

Bárbara (B.) disse...

Também tenho certeza... :)

Marina disse...

Que lindos versos! Adorei isso. Simples e musical.

Beijos!

yola disse...

oxalá apareça. eu ja encontrei o meu amor... mas não estou com ele. baci